sexta-feira, novembro 11, 2005

Chrono Cross

Por Galford (Publicado originalmente em 02/04/2000)

Há 5 anos atrás foi lançado pela poderosa Square, um RPG chamado Chrono Trigger, fecundado por Yuji Hori (criador de Dragon Quest), Hironobu Sakaguchi(produtor de Final Fantasy) e Akira Toriyama (autor de Dragon Ball Z), contava a história de Chrono e seus aliados em batalhas por viagens temporais, desde pré-história até o futuro, com poderosas magias combinadas, uma enredo cativante, cheios de reviravoltas, gráficos perfeitos, personagens carismáticos, som envolvente e mais de 10 finais diferentes, resumindo, uns dos melhores jogos de SNES (foi lançado um remake pra PSX com adição de cenas de anime), q conquistou uma legião de fãs, q fez muita gente começar a gostar de RPG (eu mesmo tô nesse meio), é uma clássico, jogado até hoje pelos emuníacos da net, inclusive, temos a felicidade de poder jogar essa pérola em português, Deus seja louvado.

Passado o momento nostalgia, tá hora de falar da tão desejada continuação:

ENREDO: Seja bem vindo a história de Serge, um garoto q foi levado a um mundo paralelo após morrer, ele se alia a loirinha Kid , em busca da poderosa Frozen Flame, para conseguir voltar a seu mundo, e encontra em seus caminhos muitos aliados, e claro, inimigos, como o homem-gato Yamaneko, q deseja a Frozen Flame para si.

O JOGO: Além do básico, converse com todos, mate, avance e compre armas, armaduras e acessórios, esqueça os itens de reviver, curar, e etc, aqui não tem nada disso (isso tudo é feito a base de magias), vc só tem os Key Itens, q são itens básicos pra prosseguir no jogo, e conseguir novos aliados. E é possível fugir de qq lutar a qq momento, e vc não demora muito pra subir de nível, mas só matando os personagens mais fortes q concedem bons níveis (inclusive magias e estrelas), derrotando os fracos geralmente ganham apenas mais um pontinho de HP, os inimigos são visíveis na tela antes da luta, podendo ser evitados. Mais uma coisinha, como no original, está presente o famoso New Game+, aquele mesmo q te dá chance de começar um novo jogo com os níveis altos de um jogo já terminado (e descontar sua ira naqueles inimigos q vc sofreu pra passar), começar com o Time Egg q serve pra fazer os finais diferentes, e um item q serve pra acelerar ou diminuir a velocidade do jogo, muito útil pra acelerar as falas dos personagens (isso seria muito útil em Final Fantasy 8, tem hora q cansa ver as invocações dos guardiões.)

GRÁFICOS: O q não falta no jogo são cores, todas as telas são cheias de detalhes e cores, tem hora q até confude, os personagens 3D superam os de Final Fantasy 8 pelo detalhamento (calma, só efeito de comparação, entenda-se q FF8 é um jogo meio “antigo”), mesmo os personagens possuindo um estilo mangá, as CGs não ficaram algo muito SD como os de Final Fantasy 7, as primeiras magias possuem um visual simples, mas conforme vc avança, surge outras cheios de efeitos especiais, do tipo vc vê e fala: Nossa, da hora.

PERSONAGENS: Vc começa com um Serge, Kid e um personagem q varia a cada jogo, passado o primeiro evento, vc recomeça controlando somente Serge, mas conforme vai jogando, vai recrutando novos personagens (alguns bem estranhos, espere de tudo), sendo por conta do enredo, salvando alguém, dando certo item, estando no lugar certo na hora certa, enfim, pode esperar cerca de 40 personagens, (com estilo próprio, 3 magias exclusivas, e alguns bem extravagantes), q podem influenciar o enredo de varias maneiras.

JOGABILIDADE: Putz, prepare-se pq ela é bem diferente do original.
ATAQUE: Continua o sistema de turno, mas vc possui uma barra de stamina de 7 pontos, funciona assim, vc pode atacar o inimigo com 3 níveis de força, fraco, médio e forte, qt mais forte o ataque, mais stamina é gasta e maior a chance do inimigo se esquivar. Comparando, vc pode aplicar cerca de 6 golpes fracos (fique sabendo q o inimigo não vai tomar tantos golpes seguidos na boa, ele pode revidar a qq hora)com alta porcentagem de acerto, ou 3 golpes fortes q com alta chances de ser esquivado.

MAGIA: Bom, vamos explicar do comecinho, a magias não vão automaticamente para os personagens como no anterior (é possível comprar algumas), é preciso equipa-las, vc possui slots de magia, q aumentam conforme seu level, qt mais o slot estiver a direita, maior seu nível, e elas são divididas por cores, algumas magias só podem ser equipada em certos slots e personagem, podem até combinar certas magias pra maior dano. Há tb Color Field, é um campo de 3 cores, fica com a cor das magias q vc solta e inimigo tb, estando numa cor única, o personagem q tiver afinidade com essa cor, poderá usar sua magia mais poderosa (tem uma estrela do lado do nome)ao custo de suas estrelas. Calma, não acabou, há magias exclusiva pra casa personagem, e elas mesmo q vc tem q usar pra dar os famosos ataques combinados (cada magia só pode ser usada uma vez por luta), geralmente vc ganha a nível 3 e 5, qd chegar ao nível alto, já o nível 7, é preciso procurar. Pra terminar, vc não pode usar magia no primeiro ataque, após o primeiro golpe com sucesso, vc vai acessando as magias e assim por diante, conforme vai acertando. Conselho, é mais fácil entender jogando do q lendo.

SOM: Dispensa comentários, está perfeito, é feita pelo mesmo compositor do original, Yasunori Mitsuda, q novamente fez um belo trabalho, após sua primeira batalha com sucesso, vc notará q há algumas músicas do original, mas com novos arranjos, claro. Vc já sente o poder das músicas assim q assiste a abertura, é envolvente, nessa hora sua vontade de jogar dobra.

FINALIZANDO: É provável q vc dê umas travadinhas no jogo, por bobeira ou por algo q não é nada fácil de deduzir. A dificuldade não é muito grande, geralmente vc derrota os chefes no primeiro encontro, mas há tb inimigos q parecem invencíveis, q precisam de estratégia e sorte pra passar. Um lado ruim, é q aparentemente só 3 finais são em CGs, e bem q podia ter os personagens originais pra jogar. A versão americana estava prevista pra agosto, mas parece q já está rodando por aqui. E assim como Final Fantasy, é um RPG obrigatório, mas nada a declarar, apenas jogue...

1 Comments:

At 5:37 PM, Blogger Iuri said...

\õ/
Me interessei bastante pelo jogo.
ja jogei, chrono trigger.
por muito tempo na minha infância. :D
resolvi, tentar o chrono cross \õ/

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home