sexta-feira, novembro 11, 2005

Live Action? Sentai? Tokusatsu?

Por Galford (Publicado originalmente em 16/04/2001)

Se vc não entendeu o título dessa coluna, provavelmente não deve ter ligado o nome a pessoa, melhor dizendo, ao seriado. Já ouvir falar de Ultraman? Ultraseven? Spectroman? Power Rangers? Se disse sim pra alguma, então vc já viu isso na vida, e pior (melhor), periga ter virado um fã. As séries Tokusatsu (live action pra nós) surgiu no Japão a mais de 30 anos, as mais famosas são Ultraman, Ultraseven e Spectreman, q foram grandes sucessos, tendo milhares de fãs, inclusive no Brasil... Estranho imaginar como pessoas vestidas de super-heróis enfrentando monstros feitos de borracha (com direitos até a zíperes bem a mostra), lutando em cima de maquetes simulando uma cidade, possa nos fascinar tanto. Era algo tão falso e ao mesmo tempo tão real, um programa de adultos e crianças. Enquanto as mães queriam saber quem ficaria com quem no final da novela, a gente queria saber como Spectroman ia enfrentar dois monstros ao mesmo tempo, como Ultraman ia escapar daquela cruz de vidro ou qd Ultraseven ia desferir seu golpe final... oh, bons tempos.

Passamos por uma época de seca, mas depois a Manchete nos bombardeou com live actions, foi uma era de ouro. Entre eles:

Jaspion: Impossível esquecer dele e Anri, sua amiga andróide atrapalhada, junto com aquele bicho, Mi-la, sabe lá o q era aquilo (q num certo episódio sofreu uma transformação), de vilões como Mac Garen, e o temível Satã Goss, q a gente não via a hora encarar o gigante guerreiro Daileon (q tinha até musiquinha especial pra sua transformação), tinha aquela bruxa q resmungava antes de soltar qq magia.

Jiraya: Pra quem gostava de filmes de ninjas, esse live action era um prato cheio, tinha todos os elementos como shurikens, bombas de fumaça, disputas de clã, inimigos com artes secretas, intrigas, traições, pitadas de humor, até a música era boa... Lembrar como Jiraya detonava seus inimigos com a espada olímpica, sua quase morte e depois sua ressurreição com novos acessórios pra sua armadura, do vilão Dokusai, até um robô ele ganhou nos últimos episódios (lembro q minha tv queimou nessa época, eu só podia ouvir o som, e imaginar o q acontecia). Era animal...

Jiban: Esse não fez um sucesso tremendo, mas era um seriado de qualidade, uma espécie de Robocop nipônico, com direito carro e armas de última geração, o policial Naoto Tamura, morto protegendo o Dr. Igarashi, volta a vida graças ao projeito Jiban, seu desejo era encontrar sua irmãzinha (q desde o começo a gente desconfiava q era Ayumi, neta do doutor e menininha amiga dele).

Há outros tb, como Lionman, com sua aparência de bichinho de pelúcia, Metalder, Spilvan, o saudoso Robô gigante, com seu final super triste, e até ganhou um anime de qualidade (q eu nunca vi, meleca), Kamen Rider, q possui várias séries, e tão famoso na Japão como Ultraman, teve duas séries exibidas por aki, esse eu quase não acompanhei, mas é uma série de qualidade, bem caprichada, q infelizmente, não teve o final exibido por aki, entre muitos outros... e nem vou comentar de Patrine... hehe

Agora vem o sentai, esse tipo de live action, segue certas regras, como ser um grupo de 5 heróis, com uniformes iguais com exceção de cor, ter veículos separados q juntam forma um robô gigante, e enfrentam simples monstros q geralmente dão um jeito de crescer. Eu dei uma generalizada legal, mas a maioria dos grupos sentai seguem essas regras. Como:

Changeman: Esse é um clássico, fez muito sucesso na época do Jaspion. O Esquadrão relâmpago Changeman tinha a missão de enfrentar o poderoso Rei Bazoo, os vilões chamavam muita a atenção, como a vilã Shima com sua voz de homem, Buba q adorava um briguinha com Change Dragon (o dia da sua morte, foi muito dez), a Rainha Ahâmes em sua forma mais poderosa, o Gatta, com sua estranha mulher rosa e seu filho acompanhado de sua ocarina, e o mais famoso, o Gyodai, hehe, como pessoal adorava imitar ele, só o careca Giluke era meio xarope. Foi uns melhores sentai q passou por aqui. Lembro até do álbum q saiu deles junto com o Jaspion, o meu ta meio rasgado, mas completinho.

Flashman: Lembram o comecinho: Um dia cinco crianças foram raptadas da terra e levadas aos confins do universo.E após vinte anos... Comando Estelar Flashman. Outro sentai q fez muito sucesso por aqui, na minha opinião, foi o q chegou mais perto do nível de Changeman, mesmo com seus robozinhos, bem estranhos, aquele negociar de jogar os pneus no inimigo era muito dã, fora o robozão q só mexia os braços e soltara um raio final, parecia uma geladeira. Uma diferença aqui era q cada tinha uma arma exclusiva, como o par de luvas ou botas parecendo de cristal. A música de abertura era bem dez.

Power Rangers: Esse é bem conhecido, pq ainda passa na tv, e seus movies tb passaram no cinema daqui. O problema é q esse sentai foi adaptado, as partes com elenco japonês foi substituídas por elenco americano, adicionaram personagens cômicos (cômicos teoricamente), virou um pastelão, de original, só as cenas q o pessoal aparece de uniforme e as lutas usando o robô. Fora o fato q no original eram 4 homens e uma mulher, e no adaptado, ficou 3 homens e 2 mulheres, quer dizer, a mulher qd se transformava ficava com corpo de homem, q acabou deixando muita gente confusa. Recentemente é exibido a fase Perdidos na Galáxia, q parece algo mais sério, caprichado e fiel ao original.

Se continuar comentando, a coluna não termina mais, pq tem muita coisa, como Goggle Five, q fez pouco sucesso, mas tb é caprichado, Cibercops, q tinha boa história e personagens, mas efeitos vagabundos (parecia os efeitos especiais do ótimo Chapolin), Winspector, uma espécie de bombeiros com armaduras, pq não tinha monstros, só vilões simples, como ladrões, ou como aqueles q mandam no nosso país. Em pensar q até Homem Aranha entrou nessa dança...

É muita coisa pra pouco espaço, saudades dessa época, bem q eles podiam repassar, mas sem aquela mania chata de reprisar perto dos últimos capítulos, legal q eles legendaram as músicas de abertura e encerramento, e mas tarde dublaram. Muita gente acha estranho gostar de live action, mas basta vc estar num grupo de amigos, e citar Jaspion ou Changeman, q todo mundo começa a relembrar a série, seja os heróis, vilões ou as lutas, é o mesmo q acontece qd alguém menciona Chaves ou Chapolin, vira puro momento nostalgia. Hoje em dia tb será meio difícil live action voltar a fazer sucesso na tv, pelos menos se depender dessa nova geração de telespesctadores, acostumados com toneladas de efeitos especiais. Mas se depender de nós fãs antigos, q saiam direto da escola pra assistir, é sucesso garantido. Valeu por mais essa, Japão, Change Galford se despede...

1 Comments:

At 1:47 PM, Anonymous Anônimo said...

Power Rangers pra mim não é nem sentai, é "iatnes", ou seja, o contrário de tudo que o sentai é. xD

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home