sexta-feira, novembro 11, 2005

Preacher: O Pregador e seu Evangelho

Por Rodrigo Piolho (Publicado originalmente em 15/06/2001)

Jesse Custer era um pastor de Anniville, uma pequena cidade americana que, insatisfeito com a vida e profissão, estava perdendo a fé em sua religião. E em seu Deus. Certa noite, o pastor resolveu encher a cara e contar para quem quisesse ouvir os podres que escutava em seu confessionário. Tomou uma surra e na manhã seguinte sua igreja, geralmente vazia, experimentou uma lotação recorde. Então, no meio de seu sermão, um ser de energia atravessou a igreja e fundiu-se ao corpo de Jesse, destruindo-a e matando todos que ali se encontravam.

Em Abril de 1995, a história de Jesse chegava às comicshops americanas. Preacher é algo diferente de tudo que se vira antes. O ser de energia que fundiu-se a Jesse é Gênesis, fruto de um anjo e um súcubo, um demônio feminino. Quase tão poderoso quanto o próprio Deus, desde que incorporado à alma de um ser humano, ele carrega consigo o maior dos segredos do Céu: O Criador abandonara o firmamento à sua própria sorte, para viajar pela Terra. Além disso, Jesse foi agraciado com algo que ele chama de "a palavra de Deus", um poder que carrega em sua voz e faz com que quem o escute o obedeça irresistivelmente. Se ele diz "queime", o corpo da vítima entra em combustão espontânea. "Morra" e a pessoa cai defunta na hora.

É lógico que o Céu não gostou nada de ver Gênesis livre e incorporado à uma alma humana. Para que isso fosse corrigido, enviaram o "Santo dos Assassinos" atrás de Jesse. O Santo é um cowboy que, ao morrer e ir para o Inferno, fez um trato com o Anjo da Morte e assumiu seu lugar. Impiedoso, mal e com um par de revólveres que nunca erram o tiro e nunca precisam ser recarregados, ele só é solto no planeta em ocasiões de desespero absoluto. Como essa.

Preacher é recheado de personagens bizarros: além do Santo há os três parceiros de Jesse em sua busca: Tulipa, uma ex-assassina de aluguel e, "coincidentemente", a primeira e atual paixão do pastor; Cassidy, um vampiro irlândes totalmente porra louca; e John Wayne (é, o ator) que aparece de vez em quando para ele. Do outro lado, temos o Santo, o Cara-de-Cu, - um garoto fã de Kurt Cobain que deu um tiro na cara quando o cantor se suicidou. Ao contrário de Kurt, no entanto, ele sobreviveu, com o rosto totalmente deformado - ; e muita gente escrota e pervertida. Ah, Deus também fez aparições na forma do velhinho barbudo rodeado de luz.

Cassidy, Cara-de-Cu e o Santo dos Assassinos também tiveram edições especiais solo que contavam suas origens ou parte delas. A mini-série do Santo é a mais antiga (por aqui) e saiu pela Abril. Preacher é fruto da mente pervertida do irlândes Garth Ennis, a maior revelação dos quadrinhos britânicos dessa década, ao lado de James Robinson, que segue a tradição de predecessores como Alan Moore e Neil Gaiman e dos traços do também britânico Steve Dillon. Polêmico e genial, Preacher é uma das melhores HQs da atualidade, sendo que conquistou o Will Eisner Award 1999 de melhor HQ seriada.

Desnecessário dizer que Preacher é recheada de violência e mexe com muitos tabus religiosos. Destinada ao público adulto, no Brasil Preacher começou a ser publicada pela Metal Pesado, com o arco "Viagem Para o Texas", numa mini-série em duas partes. Depois passou a ser um título mensal e chegou ao número 18, resistindo às mudanças de nome da editora, que passou de "Metal Pesado" para "Tudo em Quadrinhos" e, finalmente "Atitude", antes de fechar as portas. Além dos 18 números mensais, ainda foram lançados dois especiais pela "Metal Pesado/TEQ/Atitude": "A História de Você-Sabe-Quem", estrelando o Cara-de-Cú e "Cassidy: Wiskhey & Sangue", com o Vampiro irlandês.

Depois da suposta falência da Atitude, Preacher ficou no limbo alguns meses, até ser lançado de forma confusa pela Brainstore Editora. Atualmente, Preacher está em seu quinto número pela editora, seguindo onde a Atitude parou. A Brain também publicou o especial "Preacher: O Cavaleiro Altivo", que conta um pouco do passado de Jesse Custer e Tulipa. O outro personagem regular da série que teve um especial dedicado a si foi o Santo dos Assassinos, em uma mini-série em quatro edições publicada pela Abril.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home