terça-feira, fevereiro 17, 2009

Hard Time



Boa noite, tudo certo por aí pessoal? Hoje eu vou falar sobre um game chamado "Hard Time". Acredito que ele não seja muito popular, pois foi desenvolvido por um produtor independente, conhecido como MDickie. Além deste jogo, ele também possui um repertório de criações bastante interessante, especialmente em se tratando de jogos de luta. Mas vamos falar hoje somente sobre o jogo mencionado acima.

Logo de início, o personagem está condenado a prisão. A tela inicial permite a customização da aparência dele, e também, permite a escolha do crime cometido (o mais light é fraude, e o mais hardcore é terrorismo).
Após isto, aparecerá uma cena de um juiz sentenciando a pena do character. Chegando à prisão, um guarda registra-o no computador e o batiza com uma letra inicial e um número de série (a letra é um fator determinante para saber em qual bloco ele será alojado). A partir deste momento, ele finalmente estará "livre" para interagir na prisão.
A barra de status do personagem apresenta informações em relação à saúde e ao humor do condenado. Recomendo deixá-las sempre cheias na medida do possível, pois caso a depressão atinja o fundo do poço, o sujeito em questão perderá o controle sobre as suas atitudes por um certo período de tempo (normalmente envolvendo violência, e quem estiver no caminho - inclusive policiais)... Outras informações demonstram o percentual de desenvolvimento do condenado em determinadas habilidades, assim como a quantidade possuída em dinheiro, os dias restantes até o término da pena e as horas.
A planta do local é formulada da seguinte forma: Há o salão principal, os blocos de prisioneiros (onde em um deles, a cela individual fica localizada), o refeitório, a biblioteca, a marcenaria, a enfermaria e o pátio de exercícios.
Como é de se esperar, a chegada de um novo detento no pedaço não agrada praticamente ninguém. Então, existem duas escolhas: Suportar a pressão, que vem através de insultos e bofetadas de outros prisioneiros, ou simplesmente buscar melhorar cada vez mais o condicionamento físico, para quebrar a cara de qualquer engraçadinho que ousar levantar a voz e conquistar desta forma cada vez mais "respeito".
Logo de cara, pode-se observar que esta cadeia é diferente das convencionais. Especialmente porque podem ser encontradas desde seringas pontiagudas até metralhadoras espalhadas pelo chão do local. Parece loucura não? Mas é justamente através deste recurso que o equilíbrio de "bom samaritano" pode ser facilmente quebrado até pelos mais santinhos. É como um sábio disse um dia: "A ocasião é que faz o ladrão" - e neste caso, o assassino.
O nível de violência é tão extremo, que após surrar alguém com um taco de bilhar ou de explodir alguém com uma dinamite, algumas partes do corpo podem ser facilmente perdidas. Inclusive do character controlado pelo jogador. E é isso aí, caso um braço seja perdido durante uma batalha, esta não aparecerá novamente. Por isso que é interessante pensar muito bem antes de se tomar qualquer atitude neste local. Agora caso o ferimento não seja tão fatal, basta se deitar em um dos leitos da enfermaria para se recuperar.
Um detalhe importante que não pode passar despercebido, é que caso um dos carcereiros da cadeia seja desobecido ou esmurrado, ele com certeza dará o troco. Caso o arruaceiro seja agarrado (literalmente, com uma chave de braço no pescoço), ele será encaminhado novamente para o tribunal, onde o juíz poderá tanto decidir a favor como contra. Desnecessário dizer que caso o policial seja favorecido, os dias de pena do condenado serão aumentados. No entanto, caso o detento volte para a prisão impune, os outros criminosos o olharão torto, simplesmente pelo fato dele não ter sido prejudicado.
Com o passar dos dias, alguns guardas / prisioneiros apresentarão tarefas a serem realizadas. Caso o lado da lei seja favorecido, será descontado 1 dia do cumprimento da pena. Mas caso a solicitação não seja cumprida, será acrescida uma punição na mesma proporção escrita anteriormente. Já em se tratando das ofertas dos detentos, a recompensa é realizada através de dinheiro. Vale ressaltar também que quanto mais tarefas forem cumpridas para os guardas, mais a raiva dos outros condenados será direcionada para o personagem controlado pelo jogador.
Além disso, existem empregos que podem ser adquiridos conforme o criminoso se desenvolver. Caso ele estude bastante na biblioteca, poderá trabalhar fazendo remédios, assim como existe a chance de arrumar um emprego no refeitório do local, preparando refeições. Através destes trabalhos, será obtida uma determinada quantidade em dinheiro. Isto normalmente serve para subornar os outros (inclusive para evitar lutas desnecessárias).
Ao término de cada dia, o personagem deverá retornar a sua cela e dormir até o dia seguinte (é bom voltar no horário, senão)...

Finalizando o review, na minha opinião, a inteligência artificial do programa é incrível (tirando uma ou duas coisas que aconteceram comigo e que eu achei bizarras).
Todas as ações realizadas durante o game, são facilmente reconhecidas e lembradas por outros detentos e policiais, e influenciam no decorrer da história.
Caso você desejar testar a sua sorte, basta utilizar-se de nosso amigo Google para encontrá-lo para download (lembrando-se é claro que a versão disponibilizada oficialmente é paga, portanto, basta utilizar a imaginação).

O vídeo acima (apesar de não ter som), demonstra algumas cenas aleatórias do jogo. Eu registrei uma das minhas "aventuras" através de fotos, mas como são muitas, eu estou pensando se monto um vídeo, uma apresentação no Power Point ou sei lá eu o que... Só sei que com certeza eu pretendo postá-la aqui na MEDI um dia.

Resumindo, bom divertimento, e liberte o preso que existe em você (virtualmente falando, é claaaro) ;)

Marcadores: , , , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home